9 de outubro de 2009

voltar?

a mas, sei lá, como isso foi acontecer. justamente no momento em que eu precisava de você. você se foi. e me deixou uma canção. me deixou um rosto molhado e uma foto que me faz chorar.
e se eu disser que antigamente pensei que agora eu saberia exatamente como agir. e como me livrar. mas os sonhos tem me atormentado cada dia mais. as coisas tem ficado cada vez piores. por falta de você.
mas que falta de você. logo você a quem eu devo os dias mais tristes da minha vida. eu estou lúcida? querida... não me force a odiá-la ainda mais. pode me deixar la fora. talvez eu encontre um sonho melhor pra seguir. talvez eu ate me encontre. e possa seguir sozinha.
e afinal, não é isso que sempre sonhou? não foi isso que planejou pra si? e pra mim? o que planejou pra mim? eu que sempre te dei abrigo e atenção. eu que sempre te apoiei em todas as decisões. sejam elas qual forem. e ate mesmo a ultima. de me esquecer. juro que não te julguei. e sei o quanto eu sofri por isso.
mas ate onde você vai com essa tal ''decisão''? ate onde vai a covardia e maldade humana? e de onde você tirou que o tempo apaga qualquer marca? as minhas marcas? elas não. essas nem todo o tempo do mundo ão de levar embora. elas ficaram ate que a dor tome todo o meu ser. e ate que o vento frio e doloroso venha me buscar. me levar pra longe. aonde eu posso caminhar, sem olhar suas pegadas de felicidade, sem ter que temer reencontrar contigo, sem ter que chorar todas as noites de saudades tua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário